SQL Server 2005 Compact Edition já disponível em RTW

Foi disponibilizada hoje a mais recente edição do SQL Server 2005, a ‘Compact Edition’.


Esta nova edição é antes de tudo um rebranding daquele que até aqui tinha como designação oficial, ‘SQL Server 2005 Mobile Edition’, ou ‘SQL Mobile 3.0′ para os amigos, e que chegou a ser batizado de ‘SQL Server 2005 Everywhere Edition’, mas que para evitar confusões com os produtos da IBM da família DB2 e da Sybase, viu a sua designação definitiva ser alterada.


O que justifica esta nova edição?


Até ao lançamento das CTP desta nova edição, o SQL Server 2005 Mobile Edition – SQL Mobile daqui em diante – só podia ser utilizado em equipamentos com Windows Mobile e em… Tablet PCs, para além de máquinas de desenvolvimento, ou seja, tecnicamente era suportado em Windows XP, mas legalmente não podia ser utilizado em qualquer máquina com Windows XP.


E o que levaria alguém a querer utilizar o SQL Mobile num PC???


O SQL Mobile é um motor de base dados muito leve, que corre ‘in-proc’ como é hábito designá-lo, ou seja, não existe um serviço a correr no equipamento que ‘serve’ os pedidos, ou seja, tem uma filosofia mais próxima do que é o acesso a uma base de dados Access num PC.
Algumas das vantagens incluem…


  • é gratuito, como o SQL Server 2005 Express Edition
  • permite acessos concorrenciais à mesma base de dados
  • o processo de ‘instalação’ com uma aplicação .net que o utlize é extremamente simples
  • ao correr ‘in-proc’, não é mais um serviço a pesar no task manager, para além de não expor o PC a qualquer tipo de vulnerabilidade
  • expõe de uma forma muito simples a sincronização de dados via Merge Replication e Remote Data Access (RDA)

E limitações, tem?


Para além de não poder ser utilizado como base de dados a partir de por ex. ASP.net, tem algumas limitações técnicas, que partilha com a versão para Windows Mobile, tais como…


  • Set de instruções SQL limitado, não permitindo por ex. ‘SELECT … FROM (SELECT …) origem’
  • não existe suporte a Views, Stored Procedures ou Triggers

Então… mas – insistindo – porque é que alguém quererá utilizar este ‘Compact Edition’ num PC?!?!


Esta edição do SQL Server é a ideal para trabalhar em ambientes ‘ocasionalmente ligados’, por ex. para utilização em modo off-line em portáteis com sincronização via replicação ou web-services, para além de se adequar a aplicações do tipo Windows Forms que necessitem de uma base de dados como repositório de informação que não precise de ser acedida em rede via TCP/IP, surgindo portanto como alternativa ao JET e ao Access.
É ainda útil na vertente da partilha de código e/ou bases de dados com PDAs com aplicações escritas para a .NET Compact Framework 2.0


Como posso criar e manter uma base de dados ‘SQL Server 2005 Compact Edition’?


O ‘SQL Server Management Studio’ do SQL Server 2005 trata disso, para além de se poder utilizar também o VS 2005 para esses trabalhos de criar, modificar ou consultar uma base de dados.


E já há ferramentas de terceiros que suportem esta nova edição?


A Primeworks já suporta o ‘SQL Server 2005 Compact Edition’ nalguns produtos, pelo que é possível utilizar o Data Port Console, actualmente em pré-beta, ou a ferramenta de sincronização para sincronizar uma base de dados em ‘Compact Edition’ com uma base de dados num PC/servidor em Access.


Ah! Já me esquecia… com que ambientes de desenvolvimento podemos usar a ‘Compact Edition’?


O Visual Studio 2005 com a .NET Framework 2.0 ou a Compact Framework 2.0 são as ferramentas de eleição, mas outras poderão ser suportadas ainda que não oficialmente, como o VB6.


Onde posso encontrar mais informação e descarregar esta edição?


No seguinte endereço pode descarregar-se o software, os run-time, white-papers, datasheet e um comparativo entre o ‘Compact Edition’ e o ‘Express Edition':


Microsoft SQL Server SQL Server 2005 Compact Edition
http://www.microsoft.com/sql/editions/compact/default.mspx


‘RTW’ significa…


‘Release to Web’


Então, e este espírto de entrevista deve-se a…


A não estar com cabeça para organizar as ideias num artigo ‘convencional’ :D

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>