Desta vez é a sério?! Se domina o SL, é um programador de Windows Phone 7!

Ando já há algum tempo para dissertar sobre esta questão, mas o tempo tem escasseado, por isso cá vão os links sem (muita) dissertação. Desde que a Microsoft lançou o Windows CE, nos últimos anos do milénio passado, que tem tentado atraír programadores com o argumento que, se programa para a tecnologia em voga no momento, então é um ‘programador mobile’. Aconteceu com o C++ (com os add-on para VC++ 5.0 e 6.0 e o eVC++), com o VB (add-on para VB5 e VB6 e eVB), com o .NET e agora com o Silverlight. Se é um facto que muitos programadores que dominam determinada tecnologia no mundo dos desktops, servers ou web se revelam verdadeiras ‘Susan Boyles’ nos projectos que encetam no campo da mobilidade, a verdade é que muitos outros ou desistem, ou entregam produtos que tirando o facto de ‘até correrem’ num equipamento móvel, ficam a dever muito em questões como performance e usabilidade. A realidade, nua e crua, é que quando nos desktops/servidores não temos restrições (se é preciso mais espaço, compram-se mais discos, mais performance? compra-se CPU, mais memória? adiciona-se RAM, mais largura de banda? passa-se a Gb, fibra óptica, aumenta-se o contrato do ISP, mais resolução? muda-se a placa gráfica e o ecrã, etc., etc.), o desenvolvimento para mobile, não interessa a tecnologia ou a plataforma, é feito da gestão das restrições (CPU, memória, armazenamento, presença de conectividade e largura de banda, tamanho e resolução de ecrã, meios de input, …), pelo que mais do que do domínio de determinada tecnologia, o desenvolvimento para mobilidade depende da sensibilidade para que contornando as limitações, apresentar uma solução ao utilizador que o mesmo adopte.

Este tema volta agora à baila com o Silverlight e o Windows Phone 7. Não me interpretem mal, experimentem o emulador e as ferramentas que a MS libertou, usem da criatividade para desenvolver aplicações para o novo sistema operativo, mas, antes de colocarem-nas nos MarketPlaces ou se comprometerem com um cliente ou departamento nas V/ empresas para o desenvolvimento de uma solução mobile, validem que de facto já atingiram ‘o ponto’ em que desenvolvem aplicações para o utilizador final e não meras ‘guitarradas’ de tecnologia!

 

Estes dois links espelham aquilo que tento transmitir:

You Already Are A Windows Phone 7 Programmer
http://jesseliberty.com/2010/05/20/you-already-are-a-windows-phone-7-programmer/

This Time Its Different…
http://www.bolingconsulting.com/blog/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>