Operations Manager 2012 e a partida do RMS

Resolvi pegar um tempinho aqui para falar um pouco com os administradores e consultores de System Center Operations Manager (SCOM). Já estamos sabendo muitas novidades sobre o SCOM 2012, ainda mais agora depois do Microsoft Management Summit (MMS) 2011. É tanto coisa nova, funcionalidades, melhorias, mas o que de fato é algo que devemos comentar? É a aposentadoria do RMS. Viva, finalmente estaremos livres do RMS. Hummm, não sabe o que é o RMS? Então, acompanhe abaixo.

 

Quando o primeiro servidor de gerenciamento do SCOM é instalado este recebe o nome de Root Management Server (RMS), um papel de extrema importância, pense que ele é o porteiro do condomínio e só entra quem passar por ele. Por esta sua grande importância ele tem um ponto crítico que é: Não pode falhar de jeito nenhum! É cluster de RMS pra cá, máquina virtual para alta disponibilidade pra lá, configuração via script pra que outro Management Server vire um RMS em caso de falha, tanta coisa que precisamos nos preocupar neste sentido. Sabe, quando um RMS falha (Está fora, Caiu, Não está rodando, e etc) nós não temos mais como abrir uma console do SCOM, nem a console web, para realizar as tarefas administrativas do ambiente, não receberemos mais notificações dos alertas que os agentes encaminham e os conectores com outras ferramentas deixarão de funcionar também. Catástrofe, pois ai, mesmo que por pouco tempo, não teremos mais visibilidade do que está acontecendo no ambiente. E é justamente nestas horas em que aquele bendito ambiente crítico resolve ficar lento, ou cair também, e seu coordenador, gerente e/ou diretor te pergunta: O que está havendo?!

 

Porém, esta é a hora de comemorarmos, uma vez que no SCOM 2012 não teremos mais o papel de RMS. É isso mesmo, adeus RMS, foi tarde, gostávamos de você, mas já estava na hora de se aposentar. O que isso quer dizer? Quer dizer que a nossa vida vai ficar muita mais fácil, com relação ao que o RMS nos deixava sem cabelos. Com o SCOM 2012 nós teremos uma nova funcionalidade chamada atualmente de: Management Pool.

 

Management Pool

 

Através desta nova funcionalidade, todo servidor instalado como Management Server vai fazer parte automaticamente de um grupo de servidores, e cada membro deste grupo estará exercendo a mesma função que o RMS fazia. Isso quer dizer que finalmente teremos um failover de Management Server de forma simples e automática, esquece a briga pra configurar um cluster de RMS, agora teremos alta-disponibilidade por padrão. Impressionante!

 

Vamos agora esperar pelo beta público do SCOM 2012, para poder ver isso com os próprios olhos. Não posso revelar informações adicionais sobre como isso funciona, mas venho testando o SCOM 2012 a quase 6 meses e adianto que isso é só o começo.

 

Obrigado pela leitura e até a próxima publicação,

Abraços.

 

Cleber Marques

Microsoft MVP & MCT | Charter Member: SCVMM & MDOP
Projeto MOF Brasil: Simplificando o Gerenciamento de Serviços de TI
Meu Blog | MOF.com.br | CleberMarques.com | CanalSystemCenter.com.br


 

This entry was posted in 13419, 13420, 8452. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>