System Center 2012 Configuration Manager – Relacionamento entre CAS e Primário

Com esta nova arquitetura do SCCM 2012 é importante a gente lembrar uma das suas principais diferenças antes de começar qualquer instalação, que é o relacionamento entre o Central Administration Site (CAS) e o Primary Site.


 


Começando que, o conceito de CAS é totalmente novo e surgiu agora no SCCM 2012. Trata-se de um papel que não tem clientes do SCCM diretamente apontando para ele e que serve para administrar toda uma hierarquia de SCCM, incluindo todos seus sites primários, secundário s e demais objetos.


 


É possível também trabalhar apenas com a instalação de um Primary Site, sem o CAS, e este tipo de configuração é chamada de Standalone. Nela você começa por instalar o Primary Site, mas não poderá instalar nenhum outro primário, dai vem o nome standalone.


 


Ordem de Instalação


 


Se você instalar o Primary Site antes do CAS não será possível relacionar um com o outro, apenas se você remover o site primário e instalar novamente.


 


Supporte


 


Não é suportado nem recomendado instalar o CAS no mesmo servidor do que Primary Site, por questões de desempenho.


 


Usar ou não o CAS?


 


Apesar de este ser um assunto bem mais amplo pra tratarmos, de modo geral, um Primary Site standalone com base de dados remota suporta até 100.000 (cem mil) clientes, se tiver um ambiente menor do que isso não precisará utilizar o CAS. Já com o CAS o SCCM suporta até 400.000 (quatrocentos mil) clientes, um bom número.


 


 


Obrigado pela leitura e até a próxima publicação,


Abraço.


 


Cleber Marques


System Center Cloud and Datacenter Management MVP
CleberMarques.com | Meu Blog | MOF.com.br | CanalSystemCenter.com.br

This entry was posted in 13419, 13420. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>