Code First Reverse Engineering apresenta erro com VS2012 Update 1

Se você está utilizando o Visual Studio 2012 e o Entity Framework Power Tools, após instalar o Update 1 do Visual Studio 2012, o mecanismo Code First Reverse Engineering apresenta um erro quando tentamos executá-lo. Este é um bug conhecido (veja aqui: http://tinyurl.com/ajvag6f). Para contornar este problema, até termos uma solução definitiva, o desenvolvedor deve editar os arquivos  EF.Utility.CS.ttinclude e EF.Utility.VB.ttinclude, localizados na pasta C:\Program Files (x86)\Microsoft Visual Studio 11.0\Common7\IDE\Extensions\Microsoft\Entity Framework Tools\Templates\Includes\.


Basta remover a primeira linha, cujo conteúdo está apresentado abaixo:


<#@ CleanupBehavior Processor=”T4VSHost” CleanupAfterProcessingTemplate=”true” #> 


Salve os arquivos e o problema está resolvido. Você já pode executar novamente o Code First Reverse Engineering.

MVC + Telerik Kendo.UI na prática (Dica 1) – MVC4 Project References

Telerik Kendo.UI, para aqueles que ainda não tiveram contato, é uma nova suite de componentes Telerik baseados em HTML5 e JQuery. Esta série de posts explora o uso do Kendo.UI para construção de aplicações ASP.NET MVC com uma experiência visual rica para o usuário.


Para facilitar a criação de projetos baseados em seus controles, a Telerik oferece um assistente chamado Project Configuration Wizard que é exibido pelo Visual Studio quando você utiliza um dos templates de projetos da Telerik. Este assistente também pode ser iniciado a partir do menu Telerik -> Kendo UI for ASP.NET MVC -> Create New Kendo UI Project, como mostra a Figura 1.



Uma vez iniciado este assistente, o desenvolvedor pode escolher entre as vesões ASP.NET MVC 3 e ASP.NET MVC 4 (Veja a Figura 2). Os componentes Telerik Kendo UI são compatíveis com ambas as versões do ASP.NET MVC.



Contudo, ao optar pela versão ASP.NET MVC 4, o desenvolvedor poderá deparar-se com alguns erros de referências aos assemblies DotNetOpenAuth.AspNet, WebGrease e Newtonsoft.Json. O Visual Studio exibe a mensagem de erro abaixo quando o assistente da Telerik é finalizado.



Os erros são provocados pelas referências associadas a este template de projeto. Tenho observado muitos desenvolvedores buscando ajuda na Web para determinar a causa e encontrar uma solução para estes erros. Muitos tentam remover estas referências manualmente, editando o arquivo Package.config e até mesmo o arquivo do projeto (*.csproj). Na maioria das vezes sem obter sucesso. A Figura 3 apresenta a janela Solution Explorer com destaque para a pasta References do projeto, mostrando as referencias quebradas (pontos de exclamação em amarelo) para os assemblies não encontrados.



A boa notícia é que podemos corrigir as referências do nosso projeto ASP.NET MVC 4 de uma forma muito simples, utilizando o Nuget Package Manager Console. Considerando que você está enfrentando este problema, posso assumir que mesmo utilizando o Visual Studio 2010 você já possui a extensão NuGet instalada em seu computador. Se você tiver dúvidas sobre esta extensão do Visual Studio, ou como instalá-la, visite este endereço: http://docs.nuget.org/docs/start-here/installing-nuget. A figura abaixo mostra como iniciar o Package Manager Console a partir do menu Tools -> Library Package Manager.



Com o Package Manager Console aberto, o desenvolvedor deve executar os seguintes comandos:


PM>Install-Package WebGrease


PM>Install-Package DotNetOpenAuth.AspNet


PM>Install-Package Newtonsoft.Json


Após executar os comandos acima, as referências do seu projeto serão corrigidas automaticamente. A figura abaixo mostra o Package Manager Console após a execução dos comandos acima.



 

Introdução ao ASP.NET MVC4 com C#, Entity Framework e Razor Engine

Elaborei este documento para os desenvolvedores que buscam uma introdução aos conceitos e ferramentas básicas de uma aplicação MVC.

Existem diversos modelos de arquitetura para implementarmos uma aplicação MVC. Basta uma rápida pesquisa na Internet para que o desenvolvedor encontre um grande número de diferentes “sabores” de arquitetura para aplicações ASP.NET MVC.

Este grande número de opções, frequentemente gera dúvidas para os desenvolvedores que estão buscando uma referência para escolher a arquitetura correta para seu projeto. A escolha correta é aquela que se encaixa ao cenário do seu projeto. Todos os modelos de arquitetura oferecem seus prós e contras. O desenvolvedor deve analisar seu projeto e optar pelo modelo que mais se aproxima das necessidades da sua empresa, do cliente, do time de desenvolvimento.

Para construir a aplicação que ilustra os conceitos deste documento, optei pelo modelo que combina o uso de repositórios, UnitOfWork e IoC, também conhecido como Model 2, uma variação do padrão MVC. Este modelo oferece uma implementação relativamente simples e com resultados eficientes. Neste documento explicarei como adotar este modelo para suas aplicações MVC