LA.NET [EN]

Sep 20

Book review: Portugal, que futuro?

Posted in Books      Comments Off on Book review: Portugal, que futuro?

Generally, I tend to review English written books in this blog. However, and since we’re on the verge of choosing a new PM for the next four years, I’m reviewing this fantastic book here and I’ll do it in Portuguese. In practice, this means that if you don’t understand Portuguese, you can safely skip this post.

O último livro de Medina Carreira (escrito em parceria com Eduardo Dâmaso) é explosivo! Eu comprei-o ontem (19 de Setembro) e consegui terminá-lo hoje (20 de Setembro). A introdução consiste na compilação de vários “ensaios” da autoria do Prof. Medina Carreira e o posfácio é totalmente escrito por Eduardo Dâmaso. Todo o restante livro é escrito em modo de entrevista, onde Medina Carreira responde a várias questões colocadas por Eduardo Dâmaso.

Medina Carreira analisa vários temas “quentes” da actualidade política Portuguesa. No seu tom “corrosivo”, identifica vários problemas que têm vindo a minar Portugal e que  levaram à estaganação em que nos encontramos. O livro não fala só de economia, apesar de essa ser uma área essencial que serve de suporte a todos os direitos e “benesses” que temos vindo a ter nos últimos anos.

Por exemplo, no capítulo dedicado à educação (apropriadamente intitulado de ‘Educação: “Magalhães” e mais o quê?’), apresenta uma análise detalhada sobre vários pontos incompreensíveis do nosso sistema educativo. Tal como Medina Carreira, também penso que a introdução de “Magalhães” nas nossas escolas não passa de espectáculo político! Ninguém nega a importância das novas tecnologias,mas eu tenho muitas dúvidas em relação a fornecer computadores a miúdos que ainda não sabem escrever nem contar direito. Existem ainda outras coisas mal explicadas…as tão apregoadas “Novas Oportunidades”…alguém acredita na formação que é dada nestes cursos? E as reformas da educação? Quem é que sai beneficiado com a tal “escola inclusiva”? Serão os alunos? Os Pais? E o estatuto dos alunos? Enfim,tudo áreas que contribuem para o aumento do descrédito do nosso ensino nos últimos anos…

Na minha opinião, capítulo mais importante será, provavelmente, o capítulo V. Nesse capítulo, Medina Carreira desmistifica completamente o  mito do “keynesianismo” e explica porque é que esse modelo não tem qualquer interesse nos dias de hoje para um país como Portugal. Depois de ler a resposta à pergunta da página 95, onde apresenta os principais princípios dessa doutrina, torna-se impossível não rir às gargalhadas quando ouvimos o nosso PM a justificar as grandes obras (como por exemplo, o TGV) com a doutrina de Keynes.

Antes de dar a nota final, aproveito para recomendar este livro a todos aqueles que se interessam com o estado da Nação. A minha nota para este excelente livro: 9.5/10.