Responsabilidade pelo que se escreve

Será que existe alguma? Sempre pensei que sim, mas leiam isto:

http://applemania.info/?p=256

Se o Vista tivesse a metade dos problemas que este cara aponta, certamente eu não estaria digitando isto de uma máquina rodando ele. Além disso, chamar ele de Me II demonstra total desconhecimento de ambos sistemas, pois as diferenças são imensas.

9 thoughts on “Responsabilidade pelo que se escreve”

  1. Veja bem, minha intenção nunca foi falar mal do Mac, mas apenas mostrar minha insatisfação com uma notícia postada pelo referido site, sem embasamento. Ele apontava vários erros que não existem ou ocorreram apenas em função de configurações mal feitas.

    De qualquer forma, como estamos na chuva…

    Postei um artigo de site neutro, já os seus sites tem origem na mesma fonte base (applemania), que é o site sem credibilidade, na minha opinião pessoal, considerando o tipo de notícias que posta.

    Veja bem, atribuir a um executivo da Apple uma frase onde fala dos “parasitas” da MS é o cúmulo. Este tipo de frase demonstra apenas imaturidade e falta de conhecimento técnico. Afinal de contas, se parasitas conseguem criar e manter a que ainda é, indiscutivelmente, a maior empresa de software do mundo, o que resta para o pessoal da Apple??

    Esta empresa de “parasitas” precisa de apenas duas semanas para exceder o lucro líquido quadrimestral da Apple, de US$ 770 milhões. Considerando que um quadrimestre possui pelo menos 16 semanas, chega a ser piada afirmar que a MS esteja com medo do crescimento do Apple.

    Outra coisa muito interessante na notícia que postou é o fato de questionarem dados da Secunia, a mais conceituada empresa de boletins de segurança na web.

    Não sou anti-Mac, na verdade era um grande admirador dos Macs quando o seu OS rodava apenas na plataforma proprietária da Apple. Considerava ele imbatíveis em aplicações gráficas e mesmo as limitações em termos de quantidade de hardwares e softwares disponíveis eram superadas pela qualidade no que eram capazes de fazer. Contudo a mudança para rodar na plataforma x86, na minha opinião, foi a pior decisão que poderiam tomar. Simplesmente eles não possuem mais o controle total do próprio SO e acabam por possuir todas vulnerabilidades da distribuição linux que adotam, mas isto já é outra história…

  2. Paleo, eu poderia refutar cada um dos argumentos de sua resposta, pois tenho elementos suficientes para isso. No entanto, como isso poderia gerar uma celeuma típica dos aficcionados por ambas as plataformas, vou apontar uma única falha em sua argumentação, motivada talvez por você ter lido o artigo depressa demais para prestar atenção nele.

    Quem falou em “parasitas da Microsoft” não foi nenhum executivo da Apple, e sim um colaborador do site MacDailyNews.

    Isto posto, talvez você queira reescrever sua resposta. :-)

    Um abraço!

  3. Puxa verdade Johnny, li na corrida e me confundi sobre quem havia dito aquilo. Neste ponto você tem razão.

    Quanto a poder refutar cada um de meus argumentos, gostarei muito se você fizer isto. Desta forma vamos contra argumentando até que os argumentos de um lado acabem.

    Até aqui poucos argumentos foram usados, apenas citados sites, agora é a chance de argumentar.

    Até proponho deixarmos de lado a questão de credibilidade de sites, apenas evitemos de citar sites de e ou patrocinados por uma das duas empresas: Apple e Microsoft, bem como de seus grupos de usuários (claro que com a aproximação da Apple de alguns grupos de software livre, estes ficam de fora também).

    Ainda peço que não faça comparações com o Windows NT 4, nem com o 2000, pois ambos já estão fora de linha. Vamos argumentar tendo em mente, sempre as últimas versões, assim pode até ter outros leitores até aprendendo algo através de nossos argumentos.

    Digamos Apple Macintosh OS X, 101 boletins de segurança da Secunia, com 5% (5) não resolvidos de um lado e Microsoft Windows Vista, com 8 boletins de segurança e 25% não resolvidos (2). Nenhum dos SOs apresenta boletins de alto risco, portanto creio que possamos considerar ambos seguros e abordar outros pontos. Concorda?

  4. Olá, Paleo.

    Se me permite um comentário, eu preferia mais o outro visual. Este, assim escuro, na minha opinião é meio mórbido, além de difícil de ler.

    Demorei para responder porque, com freqüência, é difícil encontrar tempo para fazer tudo que quero.

    Justamente por isso é que prefiro não me envolver em um debate técnico sobre as plataformas — até porque, para debater com você à altura de seu MVP, eu precisaria ser um Apple Specialist, o que não sou. O que sou é um observador e usuário de longa data de ambas as plataformas, o que tem me permitido fazer extensas comparações entre elas (como usuário, não como técnico) por anos. Como fruto dessas comparações, uno-me ao coro de usuários que atestam que a plataforma Mac é superior à Windows por uma série de razões, dentre as quais segurança, estabilidade, ergonomia, atenção aos detalhes, facilidade de uso, baixo custo de manutenção/propriedade/obsolecência, inexistência de ameaças (malware), inexistência de ocorrências de ataques bem sucedidos contra o sistema operacional Mac OS X, dentre outras. Garanto-lhe que não me tornei fã do Mac por mero acaso, modismo, influência de terceiros, etc., e sim porque o Mac oferece mais pelo preço pago por ele.

    Os sites que citei, o AppleMania.info e o MacPress, não são patrocinados pela Apple. Ambos citam fontes independentes, como agências de notícias e sites de comprovada independência, vários deles até dedicados à plataforma Windows — como o Microsoft Watch, que publicou recentemente que as anunciadas 40 milhões de cópias vendidas do Vista não são um número tão impressionante quanto parece.

    Por fim, você vai me perdoar pela obviedade do comentário que vou fazer, mas quero fazê-lo apesar da obviedade. Citando os números da Secunia, reproduzidos por você, o Mac OS X levou seis anos para juntar 5% de casos não resolvidos (e nunca transformados em reais ameaças, diga-se de passagem), enquanto que, em três meses de mercado, o Vista já juntou 25%. Para mim, isso diz muita coisa sobre a segurança de ambos os sistemas.

    Um abraço!

  5. Olá Johnny,

    para ser bem franco, também não gostei deste visual ainda, pretendo tracar as cores. Escolhi ele pelo layout, que permite inserir imagens maiores, mas devo mudar as cores em breve.

    Não tenho como falar na condição de usuário de Mac, pois nunca o fui. Sou usuário de Windows, OS/2 e Linux, mas nunca usei Mac. Agora posso da experiência de clientes com Mac, pois praticamente todas agências de publicidade os usam.

    Tenho que discordam em alguns aspectos de ti, da mesma forma que concordo em outros, então vamos lá:

    Segurança: Discordo que seja mais seguro, ainda que concorde haver uma maior “sensação” de segurança. Após a alteração para a plataforma x86 a segurança caiu muito, mas mesmo antes dela, tive casos de clientes com máquinas invadidas. Baixíssimos percentuais, é verdade (2 invasões em 7 anos, de um universo de mais de 50 máquinas), mas creio que isso vá aumentar agora.

    Estabilidade: Concordo que historicamente tem sido um sistema mais estável, mas isto deve-se em grande parte ao fato de os usuários de Mac realizarem pouquíssimos upgrades de hardware sem o auxílio de pessoal técnico. No mundo Windows todos se consideram técnicos, com capacidade para substituirem componentes, até mesmo vendedores não especializados de lojas.

    Ergonomia: Concordo em partes, pois isto não tem a ver com o SO, mas sim com os fabricantes de hardware. O fato da Apple estar diretamente envolvida no processo de criação do hardware, sem dúvida garante-lhe esta vantagem.

    Atenção aos detalhes: Este é um ponto muito subjetivo e com grande influência dos fabricantes de hardware. Se consideramos como detalhes a ampla gama de aplicações disponíveis, os Macs perdem feio.

    Facilidade de uso: Até o Win Me era verdade, mas considerando XP e Vista, já não é mais bem assim. De qualquer forma, se considerarmos o OS/2 de 1991, ainda dá banho em Mac e Windows, portanto ambos tem o que melhorar…

    Baixo custo de manutenção/propriedade/obsolecência: Aqui discordo plenamente, pois o custo de propriedade de um Mac é muito superior, considerando o custo do equipamento somado aos dos softwares. Já custos de manutenção/obsolescência são muito relativos, pois estão diretamente ligados às necessidades de cada usuário. Um equipamento pode nunca se tornar obsoleto se utilizado para sempre no mesmo processo.

    Inexistência de ameaças (malware): O conceito de malware é muito amplo, nenhum SO está livre, pois mesmo o Phishing é uma espécie de malware. Se for falar de vírus, aí sim, concordo que seja um risco muito menor para usuários de Mac.

    Inexistência de ocorrências de ataques bem sucedidos contra o sistema operacional Mac OS X: Do Mac OS X nada tenho de concreto a afirmar, apenas ouvi comentários, portanto me abstenho de falar algo que discorde de ti.

    Repare que não disse patrocinados pela empresa Apple, mas sim, serem ligados a ela. Seria a mesma coisa que eu usar artigos de grupos de usuários Microsoft para suportar minhas afirmações.

    Quanto aos percentuais, cuidado que a estatística engano. 5% de 101, é bem mais do que 25% de 8… Ainda mais considerando que nenhuma destas 8 vulnerabilidades foi convertida em invasão…

    Até a presente data concordo que os Macs dominaram absolutos o mundo de quem trabalha precisando de alta qualidade gráfica, mas com a migração para a plataforma x86 isto pode mudar muito… o tempo dirá…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>