Providers para Linq

LINQ Providers


MD3: última etapa

Finalmente concluí a saga da migração dos discos.


Falta o HD0, que continha o sistema operacional. Ele estava com 20 GB sendo usados pelo SO e o restante dos 80 GB livre e não particionados. Era um disco dinâmico.


A idéia era alterar o tamanho da partição para que ela passasse a utilizar a totalidade do HD, mas os softwares para isto trabalhavam apenas com discos básicos e não dinâmicos.


Solução:


O software que realizou esta mágica chama-se Paragon Partition Manager. Disparado o melhor software que já vi para trabalhar com partições de discos.


 Usei a versão Enterprise Server 


Escolha a versão mais adequada ao seu caso aqui: http://www.partition-manager.com/


Com ele simplesmente converti o disco de dinâmico para básico e depois alterei o tamanho da partição.


Não perdi nenhum único arquivo, apenas tive alguns dos mesmos transtornos já citados no artigo MD2, em função da alteração no ID do disco.


Saga concluída e software 200% aprovado. Eu recomendo ele!

Flash player no Windows Mobile

A Microsoft licenciou o Adobe Flash Lite para oferecer nos dispositivos móveis rodando Windos Mobile. Finalmente ficaremos livres desta limitação.


Fonte: http://www.adobe.com/aboutadobe/pressroom/pressreleases/200803/031708Adobe_MS.html


Além disso, no mesmo comunicado vemos que o Adobe’s Reader LE também foi licenciado, ou seja, poderemos ler documentos PDF no Windows Mobile, sem precisar de softwares de terceiros!


Bom, agora a parte ruim. Ainda não foi divulgada a data na qual isto estará disponível aos usuários. O licenciamento foi divulgado, mas a distribuição ainda não… :(

WSC 1: Personalizando a identificação do servidor

Como todos já devem saber, podemos gerenciar remotamente o Windows 2008 Server Core, mas como fazer para saber em qual servidor estamos, em um ambiente com vários deles?


E o relógio? Pois é ficamos tão acostumados a ter ele na tela que chegamos a sentir falta. Pois bem, resolvi este problema e decidi postar aqui minha solução, para servir de referência a ajudar a quem mais tiver este desejo.


Primeiro vamos dar um nome ao computador. Para isto identifique o nome atual dele com o comando: hostname


Beleza, então agora que já sabemos o nome dele, vamos renomeá-lo!


Netdom renamecomputer <nome_do_computador> /NewName: <novo_nome_do_computador>


Ok, já renomeamos o computador, mas e agora como alterar o prompt dele para nos fornecer as informações desejadas? Simples.


Acesse o registro do sistema (sim, temos isso no Server Core): regedit


Agora navegue até a chave: HKLM\System\CurrentControlSet\Control\Session Manager\Environment


Procure por um registro chamado Prompt e caso ele não exista ainda, crie ele da seguinte forma:


  1. Dê um clique direito numa área livre e selecione New;
  2. Agora escolha Expandable String Value;
  3. Dê o nome de Prompt para ela;
  4. Dê dois cliques nela para inserir seu valor;
  5. Digite: $_Servidor:[%computername%]$_Usuario:[%username%]$_$T$_$p$g;
  6. Reinicie o servidor.

Você obterá um prompt como o da imagem abaixo:



 


Agora vamos entender alguns dos códigos especiais que podem ser usados:


    • $A – & (e comercial)
    • $B – | (pipe)
    • $C – ( (parêntese esquerdo)
    • $D – Data atual 
    • $E – Código de Escape (Código 27 da tabela ASCII)
    • $F – ) (parêntese direito)
    • $G – > (sinal maior que)
    • $L – < (sinal menor que)
    • $N – Drive atual 
    • $P – Drive e pasta atuais
    • $Q – = (sinal de igual)
    • $S – (espaço)
    • $T – Hora atual
    • $_ – Retorno de carro e avanço de linha
    • $$ – $ (cifrão)