Atalhos de teclado para virtualização

Hyper-V (Standard = PC; VMC = Virtual Machine Console)


Standard: CTRL + ALT + DEL
VMC: CTRL + ALT + END
Exibe o Task Manager ou a caixa de diálogo do Windows Security, ou ainda, permite logar.

Standard: ALT + TAB
VMC: ALT + PAGE UP
Alterna entre programas da esquerda para a direita.

Standard: ALT + SHIFT + TAB
VMC: ALT + PAGE DOWN
Alterna entre programas da direita para a esquerda.

Standard: ALT + ESC
VMC: ALT + INSERT
Alterna entre programas, seguindo a ordem em que eles forma iniciados.

Standard: CTRL + ESC
VMC: ALT + HOME
Mostra o menu Iniciar.

Standard: N/A
VMC: CTRL + ALT + PAUSE
Alterna entre o modo de janela e tela cheia.

Standard: N/A
VMC: CTRL + ALT + LEFT ARROW
Libera mouse e teclado da janela da VM.


VMWare Server


F11: Alterna entre janela e tela cheia

Control + Alt + Insert: Envia Control + Alt + Del

Ctrl + Alt: Sai do modo de tela cheia

Ctrl + Alt + Enter: Entra no modo de tela cheia

Ctrl + Alt + Tab: Alterna entre VMs, quando o mouse está em uma delas

Ctrl + Alt: Libera o mouse do controle da VM


 


Estes foram apenas os comandos mais comuns, mas já podem ajudar.

Top 150 SMB Pros

Acabo de ficar sabendo que fui nominado a concorrer entre os top 150 SMB (Small and Medium Business) Pros!


Fiquei muito feliz de saber e se de alguma forma ajudei a você, por favor, vote em mim. Vamos ter um brasileiro na lista!!


Para votar faça o seguinte:


1. Acesse: http://www.smbnation.com


2. Vá em Community e clique em Top 150 SMB Pros.



3. Você precisa marcar SMB Nation Web site para dizer como ficou sabendo da pesquisa, pois se colocar Other o formulário não vai funcionar.


4. Vote em Carlos F P Rocha.



Se for votar em mim, já fica aqui o meu agradecimento!

Fim do suporte do Windows Server 2000

 É o momento – Windows® 2000 Server atinge fim da vida em julho de 2010

Os clientes que permanecerem nesta plataforma estarão mantendo suas organizações com servidores não mais suportados em relação à hotfixes de segurança, patches ou service packs. Isso representa uma perigosa vulnerabilidade de segurança de dados. Mas isso também significa dificuldades adicionais, incluindo a possível perda de dados, a não conformidade com a normas regulamentadoras e a menor confiabilidade dos recursos de TI de missão crítica.


10 Motivos para Migrar do Windows 2000 Server para o Windows Server 2008 R2: http://cid-ba07e494be39738a.skydrive.live.com/self.aspx/P%c3%bablico/Top%2010%20Reasons%20to%20Upgrade%20from%20Windows%202000%20Server-BRZ.pdf

Migração do Windows 2000 Server: http://cid-ba07e494be39738a.skydrive.live.com/self.aspx/P%c3%bablico/Migrating%20from%20Windows%202000%20Server-BRZ.pdf

Otimizando a velocidade de sua navegação na internet

Normalmente quando falamos de otimizar a navegação na internet, pensamos na conexão, mas muitas vezes o problema não está na conexão propriamente dita, mas sim no servidor DNS que usamos.


Mas o que é um servidor DNS?


Quando navegamos na internet, estamos realmente procurando computadores que possuam as páginas que desejamos visualizar. Este computadores são identificados através de uma combinação de números. Como seria muito difícil decorar os números para acessar aos sites, decoramos os nomes deles, ou apelidos, o aliases e utilizamos um servidor DNS (Domain Name Server) para traduzir estes nomes para os respectivos números.


Em resumo, tudo o que fazemos requer esta tradução e nossa navegação será tão mais rápido, quanto mais rápidos foram os servidores DNS que usarmos. Mas a diferença pode ser tão grande assim? Se considerarmos toda a navegação de um dia inteiro, sim, pode ser.


E onde fica a informação sobre este servidor DNS?


Pode ser no seu modem ou na sua placa de rede. Então para alterar o servidor DNS que usará em sua navegação, você tem duas opções:


  1. Acesse o modem ou roteador, digitando normalmente, http://192.168.0.1/ ou http://192.168.1.1/ no seu navegador de internet e informando usuário e senha conforme o manual dele;
  2. Acessa as propriedades de sua placa de rede. Para isso faça o seguinte:
    1. Iniciar -> Executar (ou tecla do Windows + R);
    2. Digite ncpa.cpl e tecle ENTER;
    3. Dê um clique com o botão direito do mouse na placa de rede da conexão e escolha propriedades;
    4. Informe o número do melhor servidor DNS, para o seu caso;


Mas e como saber qual o melhor servidor DNS para mim?


Eu recomendo usar o software da GRC chamado DNS Bench: http://www.grc.com/dev/DNSBench.exe


O DNS que aparecer com uma bola verde cheia será o que está em uso na sua rede, os demais aparecerão com ela vazia. Para testar clique em Run Benchmark. O processo demora um pouco, mas vale a pena. Para acelerar é recomendável que feche todos outros programas durante o teste.


DNS Bench


Ao final do teste clique na aba Conclusions para ler o relatório. Ele é bem completo e possui dados interessantes.

Revitalizando a HP 19B-II

Sim, sempre fui um feliz proprietário de uma HP 19B-II, disparado a melhor calculadora financeira até o lançamento da HP-30B este ano. Como a grande maioria dos proprietários dela, atualmente, estava com a minha calculadora jogada numa gaveta, por estar com o painel lateral quebrado, em função de um erro de projeto da HP, que colocou uma mola forte demais para as pilhas.


Chega a ser ridículo, mas o pior é que a HP optou por retirar este modelo de produção, ao invés de corrigir o problema, o que poderia ser facilmente obtido através da adoção de outro tipo de pilha,  como as do modelo “moeda”, por exemplo, já usado por outros modelos da fabricante.


Bem, sai para comprar pilha do tipo “N”, simplesmente encontrei em uma única loja e custava quase R$ 10,00 cada uma (a HP usa 3).


Com o painel lateral da calculadora quebrado, teria de fazer uma engenhoca para as pilhas ficarem presas, o que me impossibilitaria de sair com ela. Aí pensei, se já não vou sair mesmo com a calculadora, porque já não altero o modelo de pilhas que ela usa? Por que não adaptá-la para usar as pilhas “AA” padrão, que são MUITO mais baratas?


Num momento de “Professor Pardal” foi o que eu fiz e gastei R$ 5,00, entre adaptador e 3 pilhas. Veja como eu fiz:


  1. Primeiro passo, comprar o adaptador para pilhas “AA”, o que custou R$ 2,50;
  2. A idéia é utilizar este adaptador na lateral quebrada da calculadora, desta forma substituindo as pilhas tipo “N”, que ela utiliza, pelas tipo “AA”;
  3. Agora o problema a contornar é o fato de que o adaptador possui acomodação para 4 pilhas e a calculadora usa apenas 3. Bem esta é a parte mais fácil, pois como as pilhas são colocadas em série, basta fechar o contato entre o polo positivo e o negativo de um dos engates do conector. Faço isso usando o própria mola dele, para não gastar nenhum outro componente;
  4. Então basta fixar os fios do adaptador na calculadora, a parte mais fácil é fixar eles nas dobras da mola, pois assim não precisa nem de ferro de soldar;
  5. Chegou a hora de colocar as pilhas e testar a calculadora!

 


Prontinho, funcionou! Agora não preciso mais ficar usando a pobre e fraca HP 12-C em casa. Deixo para usá-la apenas na rua.


Quanto gastei ao todo? R$ 5,00, mais 15 minutos do meu dia.

Identificando causa de pouco espaço em disco

Muitas vezes você se encontra numa situação onde está ficando com pouco espaço em disco, mas não está num servidor, onde poderia rodas o File Server Resource Manager para identificar o problema.


O que fazer? Acessar a raiz do drive e ir clicando com o botão direito do mouse, para selecionar as propriedades da pasta e ver o tamanho dela? Muito trabalhoso e lento, não é?


Pois é, existe uma forma muito mais fácil de realizar isso, através do uso de um software e você não precisa gastar nada para isso, pois ele é gratuito.


Estou falando do excelente TreeSize Free, que pode ser obtido por download em: http://www.jam-software.com/treesize_free/download.shtml


TreeSize Free

Movendo a pasta de conteúdo do WSUS

Num post anterior (http://carlosfprocha.com/blogs/paleo/archive/2010/06/18/movendo-o-banco-de-dados-do-wsus-3-0.aspx) falei como mover o banco de dados do WSUS para um outro drive. Normalmente precisamos fazer isto por falta de espaço, mas pode ser em função de uma falha de disco também.


Ocorre que nem sempre o vilão é o banco de dados. Muitas vezes a pasta de atualizações que é a verdadeira vilã. Mas e aí, como se resolve o problema? Felizmente é bem mais fácil.


Para resolver este problema basta utilizarmos uma ferramenta da linha de comando do próprio WSUS, chamada wsusutil, que pode ser encontrada em C:\Program Files\Update Services\Tools (partindo do princípio que o seu WSUS esteja instalado no drive C:\, o que é o normal).


O comando que vamos utilizar é o movecontent e a sintaxe dele é:


wsusutil movecontent NovoCaminhoDoConteúdo ArquivoDeLog -skipcopy [/?]


As parâmetros são os seguintes:


NovoCaminhoDoConteúdo: Indique aqui o novo local onde deseja que o conteúdo seja armazenado. Por exemplo, o drive D:\;


ArquivoDeLog: Indique aqui o caminho e o nome do arquivo de log que será utilizado durante a movimentação das atualizações;


-skipcopy:  faz com que apenas a configuração do servidor seja alterada, mas os arquivos não sejam copiados;


/? ou /help: fornece ajuda para a atualização do comando movecontent.


 


Exemplo de utilização:


Movendo o conteúdo das atualizações para uma pasta no drive D:\:


C:\Program Files\Update Services\Tools> wsusutil movecontent D:\Wsus\WsusContent D:\Wsus\Mover.log


 

Movendo o Banco de Dados do WSUS 3.0

Muita gente instala o Banco de Dados do WSUS no drive de sistema, sem se dar conta de que ele pode crescer muito e algumas vezes descobrem que o espaço no drive C:\ está quase extinto.


O que podemos fazer? Mover o Banco de Dados do WSUS para outro drive, naturalmente. Como?


  1. Faça o download e insale o SQL Server Management Studio Express, se ainda não tiver ele no sistema (esta é a parte mais demorada);
    1. Versão 2005 ou se preferir a versão 2008. Neste tutorial vou utilizar a versão 2005.
  2. Abra o SQL Server Management Studio;


  1. Conecte-se à instância chamada: \\.\pipe\MSSQL$MICROSOFT##SSEE\sql\query usando o método de autenticação do Windows;


  1. Neste momento você poderá ver a instância no Object Explorer, então faça o seguinte nela: SUSDB –> Tasks –> Detach;


  1. Selecione a caixa “Drop Connections” para remover a todas as conexões ao banco de dados, depois clique em OK. Caso apareça uma mensagem de erro, simplesmente clique em OK;
  2. Movimente o banco de dados do WSUS que fica numa pasta chamada “WsusDatabase”, para o drive que deseja;
  3. De volta ao Management Studio, dê um clique direito em Databases e selecione Attach;


  1. Clique em Add e selecione o arquivo .mdf já na pasta nova;
  2. Clique OK.

Pronto. seu banco de dados já está funcionando no novo local.