O WPF (Windows Presentation Foundation) foi introduzido com o .net Framework 3.0 e tem muitos recursos para o desenvolvimento de aplicações ricas:

  • Independente de resolução
  • Mesmo código para Windows e Web
  • Layouts dinâmicos
  • Estilos
  • Modelos (Templates) – possibilidade de skins
  • Data binding
  • Gráficos vetoriais
  • Visual rico
  • Animações
  • 3D
  • Internacionalização, Reconhecimento de voz, Ink…

Se você ainda não conhece o WPF, aqui vai uma introdução de como você pode se aprofundar um pouco mais:

  • Baixe o .net Framework 3.0 (se você está usando Vista, não precisa, pois ele já vem instalado)
  • Instale o Visual Studio 2005 Express ou o Visual Studio 2008 (“Orcas”)
  • Se você instalou o VS2005, instale as extensões para o Visual Studio 
  • Opcionalmente, instale o Windows SDK. Não é obrigatório, mas ele tem muitos exemplos e ferramentas para ajudar no desenvolvimento
  • Baixe o Expression Blend. A versão 1 é paga, você pode baixar um trial e a versão 2 está em beta e pode ser baixada aqui

Uma vez que você baixou e instalou os programas necessários, é hora de conhecer o WPF. Uma boa sugestão é a coleção de artigos que eu e meu filho Roberto criamos para o MSDN:

Vale a pena conhecer esta nova tecnologia que, sem dúvida, irá revolucionar a maneira que fazemos programas.