Se você achava que é muito difícil desenvolver aplicações LOB com WPF, precisa ver este meu novo artigo que foi publicado no site Linha de Código (http://www.linhadecodigo.com.br/Artigo.aspx?id=2138). Lá eu mostro como desenvolver uma aplicação LOB com WPF, usando LINQ to SQL.

No artigo eu mostro como fazer a inclusão, alteração e exclusão usando LINQ to SQL. Lá também mostro como criar um UserControl que é instanciado em tempo de execução e permite editar os registros detalhes tabelas relacionadas como mestre-detalhe. Vale a pena dar uma olhada e ver que não é tão complicado desenvolver aplicações LOB com WPF

 

7 Thoughts on “Criação de aplicativos LOB (Line-of-Business) com WPF

  1. Mauro Otoni on November 23, 2008 at 3:59 pm said:

    Bruno, bacana este seu artigo. O WPF e’ na minha opniao e’ a bola da vez. Gostaria se possivel de um exemplo de como conectar o Bco MS SqlServer numa rede local (5 clientes), Vc poderia nos dar um exemplo de uma classe com esta funcao.

    Valeu.

  2. bsonnino on November 23, 2008 at 4:10 pm said:

    Não entendi direito. Se o que você quer é fazer o seu aplicativo conectar ao Sql Server, o artigo mostra como fazer isso (isso funciona para múltiplos usuários).
    Se o que você quer é saber como montar uma rede que acesse o Sql Server, aí não tem muito segredo: você instala o servidor em uma máquina e os clientes do Sql Server nas outras. Aí sua aplicação usa um string de conexão que se liga ao servidor.

  3. Mauro Otoni on November 24, 2008 at 5:28 am said:

    Desculpe Bruno, pela minha ignorância.

    Comecei agora estudar o WPF, e estou seriamente pessando em migrar
    o projeto comercial meu feito pelo DELPHI p/ o WPF. Acho q/ poderia
    mudar drasticamente o visual do sistema, alem de acreditar e ver um
    futuro promissor nesta tecnologia. Porem estou com algumas dúvidas.

    No caso especifico de seu exemplo, se eu tivesse q/ mudar o bando de
    dados para um outro Servidor, como eu faria ???, onde fica gravada a
    string de conexão. Outra coisa, O modelo “DATA Binding” daria p/
    ser usado em um sistema, por exemplo, de vendas, onde exitem 10 vende-
    dores trabalhando simultaneamente, fazendo vendas, alterando o estoque,
    gerando divida p/ cada cliente, etc. Qual sua opniao ???

    Agradeço sinceramente sua ajuda,

    Mauro Otoni

  4. bsonnino on November 24, 2008 at 5:53 am said:

    Acredito que a grande vantagem do WPF é a possibilidade de mudar o visual radicalmente.

    No caso do exemplo, você pode manter a string de conexão aonde quiser: num arquivo ini, num arquivo xml ou mesmo no programa. Quando você cria o DataContext, você pode passar o novo ConnectionString:

    var dc = new NorthwindDataContext(connectionString);

    Quanto a usar o sistema onde múltiplos usuários estão trabalhando simultaneamente, isto é possível, sim. Quando você está trabalhando, os dados estão guadados localmente. Quando você dá o SubmitChanges eles são gravados no BD. Aí é que é feita a verificação de conflitos. Isto é semelhante ao ClientDataset e ao Provider no Delphi: quando você trabalha com o ClientDataset, os dados estão na memória e só são gravados quando você dá o ApplyChanges. Aí você trata os conflitos.

  5. Mauro Otoni on November 28, 2008 at 11:00 am said:

    Bruno, Boa tarde,
    gostaria se possivel, Vc nos dar um exemplo de como popular um DataGrid com “algumas” (não todas) colunas de uma determinada tabela, usando o WPF e o linq.

    ´Você pode me ajudar ??

    Agradeço antecipadamente.

  6. bsonnino on November 28, 2008 at 11:12 am said:

    Estou pensando em fazer um artigo ou post sobre o WPF DataGrid. Aguarde…

  7. Nilton on October 17, 2010 at 4:10 pm said:

    Gostei bastante do seu artigo, mas seria interessante se vc fizesse com o LINQ to Entities, já que muitas aplicações como no banco que trabalho são feitas com Oracle, access e outras bases de dados.

    Abraços,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation